Fashion RS

A Moda e seu Poder de Transformação: do Presídio ao SPFW
Por Ana Maria Barth
09 de Abril de 2018

A Moda e seu Poder de Transformação: do Presídio ao SPFW

Nós já estamos ~carecas de saber~ que a moda deixou de ser vista como fútil/inútil há muito tempo, não é mesmo? Todos os dias surgem mais e mais projetos que a utilizam como uma ferramenta para mudar vidas, e hoje vamos te contar sobre mais um: então senta que lá vem uma história incrível!

É a primeira vez que uma coleção desenvolvida por detentos vai estrear nas passarelas da São Paulo Fashion Week (SPFW). Essa ideia foi toda idealizada pelo designer e artesão Gustavo Silvestre, fundador do projeto Ponto Firme,  e vai abrir a 45ª edição do evento, que acontece entre 21 e 26 de abril no Parque do Ibirapuera.

Essa iniciativa já tem mais de dois anos e oferece um curso técnico de crochê na penitenciária masculina Adriano Marrey, em Guarulhos, na Grande São Paulo, que garante certificação e também remissão de pena aos participantes.

Segundo Gustavo, “no começo, os rapazes faziam crochê bem simples. Com o tempo, começaram a criar peças de decoração e tapeçaria, e evoluíram para a confecção de roupas”. Para exibir as últimas criações dos detentos, ele organizou um desfile nesse último 04/05, dentro do próprio presídio. Para o estilista, que já formou mais de 100 (!!) alunos com o Ponto Firme, “o importante sempre criar um propósito para mantê-los interessados”.

 

Eu e meus alunos com escultura gigante de crochê para cenografia do desfile de hoje dentro da Penitenciária Adriano Marrey. A apresentação foi uma prévia do que vai lançado na abertura do #spfw45. Será a primeira vez que uma coleção desenvolvida por detentos estará na passarela da semana de moda mais importante do país. O poder de transformação está em nossas mãos. Esse evento emocionante só aconteceu graças a pessoas incríveis que contribuiram com muito trabalho e com o coração. MUITO OBRIGADO @melissaoficial @circuloprodutos @_casadopovo @jrcirculo @fewieser @marinabeltrame @mabathandiaye @carlabiriba @nelba @suabreuup @suenogues @robertasanches.mua @muchacha.iris @erikapalomino ❤️ @vivibacco @pratescassio @rodolfobeltrao @schon4sure @lica_isak @billmacintyre @karllagirotto @adferrera foto do meu amor @sorrino.

A post shared by Gustavo Silvestre (@silvestregustavo) on

Na foto: Gustavo (de camisa azul) e seus alunos!

O resultado final das roupas de crochê super positivo e deu mais uma ideia para Silvestre, que quis expandir os horizontes do projeto. “Pensei que seria muito legal se pudéssemos mostrar essas peças fora [da penitenciária]. Então procurei o Paulo Borges [criador e diretor criativo da SPFW], que recebeu a ideia de braços abertos. O projeto tem essa natureza, as pessoas quando entram em contato sempre querem contribuir de alguma forma”.

O desfile na semana de moda será uma versão expandida do que já foi mostrado, com direito a looks exclusivos para o evento e uma parceria com a Melissa, que trará sapatos da marca customizados pelos detentos.

“O poder de transformação está em nossas mãos”, escreveu Gustavo em seu Instagram. Sim ou com certeza?

Bora conferir algumas imagens do desfile:

Fotos: Danilo Sorrino / FFW

Fonte: Estadão

 

 

 

 

Curtiu? Compartilhe:

Ana Maria Barth

Sobre a autora

Ana Maria Barth
Bacharela em História, sempre direcionou seus estudos para a área das artes – e qual é a manifestação artística mais corriqueira e democrática que o vestir? Hoje estuda Design de Moda e trabalha com produção de conteúdo para redes sociais n’A Imaculada e Portal Fashion RS. Adepta do famigerado “lookinho do dia”, Ana ama explorar as inúmeras possibilidades que não ter um estilo definido proporciona.