Graduado em Design de Moda no The Surrey Institute of Art and Design and Central St Martins em Londres, a experiência do designer e estudo nos mais diversos materiais faz seu portfólio ser tão amplo que se divide em 3 categorias: para usar, para vestir e para ver.

O artista chamou nossa atenção a primeira vez no inicio desse ano no desfile de Margiela por Galliano. Na passarela, seu retrato “desenhado” em tule nas peças criadas por Galliano é tão surpreendente e delicado que chamou atenção da imprensa. Antes disso, o designer já havia criado para outra marca, a Givenchy. Na coleção cápsula, Benjamin desenhou com tule em camisetas e moletons, estampas religiosas.

benjamin-shine-john-galliano-maison-margiela-designboom-03

Benjamin surpreendeu tanto o meio da moda que recentemente seu trabalho apareceu em dois outros lugares. O artista criou uma instalação na icônica vitrine de Bergdorf Goodman na quinta avenida de de Nova York, imagens que impressionam pelos detalhes e leveza do tule. Seu trabalho também está presente no 29rooms uma espécie de casa instalação criada pelo portal Refinery29 com instalações de dezenas de artistas ligados à cultura, estilo e tecnologia.

O portfólio do artista transita entre instalações, vitrines e produtos inusitados como a Rekindle Candle, uma vela que quando acessa sua própria cera se transforma em outra vela e pode ser reutilizada. Como definir um artista tão grandioso?

Foto: Benjamin Shine

Foto: Benjamin Shine

Pra quem quer conhecer mais do artista, veja o vídeo onde ele explica o processo criativo para os trabalhos com tule: