A nova colunista do Fashion RS responde diretamente de lá: Minimalismo, elegância e muita criatividade, é claro. 

Este ano a CFW (Copenhagen Fashion Week) abriu pela primeira vez com um desfile voltado à sustentabilidade feito pela estilista das Ilhas Faroé, Barbara I Gongini. A escolha refletiu a tendência que vem sendo apoiada localmente há anos e estabelecendo-se cada vez mais incentivando uma indústria da moda mais verde e amiga do ambiente.

BarbaraIGongini_01

A coleção da designer feroesa tem como base a funcionalidade, o intercâmbio entre as peças e a atenção para os detalhes e acabamentos. Entre os materiais usados está a extravagante pele de cordeiro, jersey e algodão.

BarbaraiGongini_02

 

Impressionou a combinação da leveza nos tecidos com a matriz monocromática, tanto para o masculino como para o feminino. Os contornos sombreados relembram o solo escuro, a lama e a névoa, elementos que remetem às ilhas nórdicas e seu território.

BarbaraiGongini_03

A Semana de Moda, que aconteceu de 6 a 8 de agosto, teve na agenda aproximadamente 38 desfiles incluindo as novas gerações de estilistas assim como os nomes já estabelecidos no panorama da moda nórdica.

Nestes dias vários eventos interessantes aconteceram na capital dinamarquesa paralelamente e em colaboração com o Fashion Week. Entre eles o Copenhagen Fashion Festival, com inúmeras presenças de marcas locais que se espalham pela cidade com pontos de desfiles off-schedule, mostras de moda, lounges ao ar livre e showrooms.

O objetivo do festival é incluir o público em geral para que possa curtir e se inspirar na moda durante este período. Adorei!

assinatura_danirozman