MARCAS_DAQUI
Em contrapartida a chegada das grandes redes de fast fashion no Brasil, há também um movimento para a valorização das marcas, estilistas, designers e artesãos locais.
Campanhas como Fashion Revolution e Compro De Quem Faz são retratos desse atual momento da moda.

Recentemente Michael Kors em entrevista para o Wall Street Journal, afirmou que “Estamos nos distanciando da era do fast fashion”. Uma pesquisa publicada pelo site Fashionista aponta que os americanos estão gastando mais, porém comprando menos. Isso ocorre porque as pessoas estão mais preocupadas em comprar produtos que tenham maior durabilidade, diferente do que acorreu no incio dos anos 2000 onde as pessoas simplesmente compravam muito. Segundo o Fashionista isso aconteceu também porque todo mundo comprou tanto que hoje já não tem mais espaço e isso explica o aumento de e-commerces e lojas de segunda mão por exemplo – aqui no Brasil temos muitos exemplos.

Aqui no portal sempre acreditamos em valorizar os criadores do nosso estado, e dentro desse contexto apresentamos hoje a marca de acessórios criada pela designer Fernanda Seelig (que também é nossa colunista) La Plage Petit Voyage. A Fernanda já esteve a frente de outras duas marcas, já trabalhou e estudou em Londres e hoje se dedica exclusivamente aos acessórios. Todos os produtos da La Plage são feitos por ela própria. Veja a entrevista abaixo:

Formada em design no Brasil tu foi morar em Londres e estudou na Central Saint Martins tu chegou a trabalhar com moda lá, como foi? 
Sim, eu trabalhei lá como assistente de um estilista francês chamado Pierre Garroudi e também trabalhei como assistente de produção no London Fashion Week. Foi uma esperiência incrível poder conviver com pessoas de diferentes culturas e experimentar novas técnicas de processos de criação. Além disso, tenho uma rede de contatos extensa lá que mantém as portas abertas para futuros projetos.

atelier londes

Como surgiu a La Plage e como foi o inicio e a inspiração para o nome?
A La Plage iniciou como um projeto paralelo que acabou dando super certo. Eu queria criar algo descolado e que eu conseguisse ter qualidade de vida e ter mais liberdade com meu tempo. Quanto ao nome, eu precisava focar a marca, os conceitos e os produtos e daí surgiu a ideia de “La Plage petit voyage.” La Plage é a tradução do francês “A praia” e petit voyage “pequenas viagens”. Juntei as ispirações de praias francesas, que eu adoro com aquela sensação de liberdade que a gente tem quando viaja, também gosto de pensar que a vida é feita de “pequenas viagens.” O nome ajudou muito no conceito dos produtos, que são acessórios pra viajar.
A linha Riviera (permanente) é formada por malas de fim de semana, bolsas, bolsas de praia, nécessaires e doleiras. E também tem a linha Brigitte Bardot (cocktail) que são acessórios em couro ecológico e sarja, mais requintados e com metais banhados a ouro, muito rica! Uma linha específica de kits com tapa-olho, porta-passaporte e tags está em processo de criação.

Bolsa da Linha Riviera

Bolsa da Linha Riviera

Linha Brigitte Bardot

Linha Brigitte Bardot

Antes de lançar a La Plage tu era uma das sócias da Picnic Society que foi descontinuada, quais os problemas que tu enxerga e enfrenta no meio da moda hoje, especialmente o gaúcho?
Tem que ter muita coragem e paciência para trabalhar com moda independente no Brasil. Acredito que as coisas começam a funcionar depois muita persistência, o que fica um pouco difícil em tempos de ansiedade. Aqui no Sul as coisas não são diferentes, é preciso muito trabalho e dedicação pra se destacar de alguma forma como estilista. Os principais problemas são a falta de consciência e de valorização por parte dos consumidores por produtos feitos a mão, do fair trade e da produção local.

Fernanda trabalhando

Fernanda trabalhando

Onde busca inspiração para criar? quais são as marcas brasileiras e gaúchas que vc mais admira?
Ah, me inspiro muito na natureza, nas praias, nas feirinhas vintages, nas viagens que faço. Gosto mesmo é da simplicidade das formas. Adoro a Osklen, a Lenny Niemeyer e o Alexandre Herchcovitch. Gosto bastante do trabalho da Estilista gaúcha Helen Rodel, ela tem projetos incríveis.

Todos os acessórios são feitos a mão por ti, quanto tempo demora em média para fazer um produto, é possível encomendar um produto que não tenha no estoque?
Eu sou designer de produto de formação, então sigo uma metodologia minha para a criação e execução das peças. Primeiro faço um desenho livre e também técnico do modelo (crio em média um novo modelo a cada semana), depois escolho os materiais, as cores e estampas que serão utilizadas para a peça. Daí tenho os dias de corte e os dias de costura, faço os processos em série pra facilitar a produção. Contando o processo inteiro do projeto, gasto em torno de uma hora para a fabricação de uma bolsa, por exemplo. E quanto aos produtos fora do estoque, sim, é possível encomendar, desde que haja a reposição dos materiais. Faço também criações exclusivas para outras empresas, nesse caso tem um número mínimo de pedidos a combinar.

trabalho manual

Qual produto da La Plage Petit Voyage é mais vendido? E qual é o seu favorito?
O produto que estourou de cara é o modelo Riviera Francesa, acho que foi por essa bolsa que a marca deixou de ser uma idéia paralela para virar uma marca consistente (risos). Eu sou fã do Porta-Money, que são aquelas pochetes de usar dentro da roupa, também conhecidas como doleira. Eu uso o tempo todo, pra ir no centro sem levar bolsa, pra malhar, pra viajar então é perfeito.

Porta Money

Porta Money

Planos para La Plage no futuro? Além do e-commerce que já está no ar, existe alguma loja física onde podemos encontrar os acessórios?
Tenho muitos planos com a La Plage, agora é o meu projeto de vida. O foco da La Plage no Brasil é a venda online. Tem todo um cuidado na experiência da compra pela internet, desde a embalagem super cool até um recadinho pessoal para cada cliente, também trabalhamos com frete grátis para todo o Brasil, que acredito ser um incentivo bem legal para conquistá-los. Apesar desse ser o foco principal, a marca também estará em algumas lojas com o perfil “La Plage.” No momento a marca está somente em uma loja física, que é a Armário 26, mas sigo em busca de novos endereços.

Super cuidado nas embalagens de envio.

Super cuidado nas embalagens de envio.

Como tu já teve uma marca de roupas antes, pensa em voltar a criar roupas?
Trabalho com moda a uns dez anos e nesse período já trabalhei tanto com roupas quanto com acessórios. Minha primeira empresa, lá em 2006 era de acessórios, a Manganuts, depois em 2011 a Picnic Society que era de roupas, e agora a La Plage. De verdade, não sei o que me espera, mas, no momento, pretendo ficar somente com os acessórios.

Por último, alguma dica para quem está começando ou ainda está estudando moda/design?

A dica é sugar todas as informações possíveis sempre. Fazer de tudo um pouco dentro da área até achar a verdadeira vocação, parece clichê, mas eu dei muitas voltas, inclusive fiz 3 semestres de Arquitetura antes de estudar Design. Trabalhei com produção, criação, modelagem, fazia todos os estágios que apareciam e isso facilitou muito pra eu saber pelo menos o que eu não gostava até achar meu verdadeiro amor.

Bolsa Riviera

Bolsa Riviera

Onde Comprar:
Loja online com FRETE GRÁTIS: www.laplagepv.com
Loja física Armário 26 que fica na Rua Barão do Santo Ângelo, 384- sala 4, bairro Moinhos de Vento

Para saber mais novidades acesse a Fanpage da marca
(51) 8177.2801
contato@laplagepv.com