Já sabemos que o encontro moda + fitness é uma parte normal do nosso novo dia a dia. Inclusive falei disso aqui na nova seção do Portal. Mas quando você pensava que já tínhamos chegado no limite da trend, aparece uma mega novidade como essa: o novo Net-a-Sporter!

Foi no dia 09 desse mês que se confirmou o rumor de que o gigante Net-a-Porter começaria o site somente com peças esportivas. Atendendo uma variedade grande de categorias esportivas, o site apresenta marcas como Monreal LondonLive the Process e Nike; enquanto mistura marcas mais fashionistas como Burberry Brit.

 

Naturalmete uma das coisas presentes na construção do site é também uma das que o Net-a-Porter faz de melhor: uma comunidade. Seja com peças destacadas nos hot items até o fato serem incentivados a marcar presença utilizando a hashtag #netasporter, os consumidores são convidados para entrar nesse novo mundo.

É natural que a ascensão do “active” continue a ganhar espaço, especialmente porque no Brasil as marcas demoram um pouco mais a apostar em mudanças e posicionamentos mais efetivos e radicais. Claro que esse posicionamento também demonstra maturidade e fundamento nas novas apostas, coisa que sabemos que o Net-a-Porter tem de sobra. Outras marcas também estão anunciando que vão adicionar activewear às coleções e até o Yoox.com recentemente anunciou um plano para entrar nesse jogo.

Não é a toa que, no Brasil, as lojas de materiais esportivos – ou que também atendem esse setor – estão entre as que mais faturam no que se trata de venda online. Entre elas está a Netshoes que só aconteceu mesmo quando foi pro online. Para o sócio da Netshoes, Marcio Kumruian, investir em inovação é fundamental para a empresa que quer ganhar espaço na internet. Segundo ele, saber sobre tendências tecnológicas e conhecer o mercado é o desafio para se destacar.

Outro dado é do levantamento feito pelo Ibope E-commerce: o comércio eletrônico movimentou mais de R$ 47,5 milhões em 2013, o que vem atraindo o interesse das lojas físicas em entrar no mundo virtual e utilizar as ferramentas para atrair compradores, com redes sociais e anúncios pagos.

a09-karlie-kloss-3.nocrop.w1800.h1330

Alguma dúvida de que vale a pena investir no esporte e, claro, no online?

Fonte.