O friozinho tá chegando e nada mais digno que umas ideias pra inspirar. O tema é polêmico, ou você ama ou não muito. Ai, que delicado falar sobre chapéus.

Só de pensar na Eliana, naquele programa das manhãs da infância, cantando “Meus Dedinhos” com aqueles chapéus horrorosos dá vontade de vomitar. Assim como o chapéu pode deixar seu look charmoso, sofisticado e poderoso, também pode fracassar, arruinar e te deixar mais brega que a Maria do Bairro. Pra não correr esse risco, tem umas dicas bafo pra te ajudar.

Primeiro você tem que estar inspirada e confiante no dia que resolver usar um dos seus chapéus invernísticos, que no meu caso, passaram boa parte da vida guardados no armário, mas de uns tempos pra cá viraram indispensáveis para segurar o inverno gaúcho com classe.

Segundo, você tem que pensar na roupa, compor bem as cores e os acessórios para que o chapéu seja a cereja do bolo e não a estrela do pinheiro de Natal. Cores sóbrias, make natural e cabelo bagunçadinho (tipo acordei assim) facilitam a produção.

3

E a terceira dica para o sucesso total é acertar no modelo que combina com seu estilo e com o feeling do momento. Se você está naqueles dias que acorda se sentindo diva, ouse naquele modelo arredondado com aba grande e ondulada, é sexy e sofisticado (todas devemos ter um destes preto ou caramelo, faz teu dia). Um casaco de pele fake completa o look glam.

redondo

Se está num clima mais leve e clean, aposte nos modelos menores e mais estruturados com aba pequena ou média.

menores

Para dias descontraídos, o modelo cowboy fica divertido, mas cuidado com os sapatos, as franjas e o couro, não misture muito ou vai ficar tipo a Sula Miranda nos dias de glória.

coboy

E se tu não vai ter tempo de lavar o cabelo, QUALQUER chapéu é melhor do que um cabelo sujo e sebento, acreditem! Estou muito engraçadinha hoje, deboches a parte, o chapéu é um acessório clássico e quando usado adequadamente é lindo de ver. Go girls!

assinaturas_colunistas