Grife fornece agora trajes exclusivos para jogadores e comissão técnica

O Grêmio oficializou mais uma parceira para o ano de 2014. Em iniciativa inédita no futebol brasileiro, a equipe do Grêmio receberá trajes exclusivos e completos assinados pela grife Spírito Santo para serem utilizados nas viagens realizadas para a disputa da Libertadores da América.

Para Andreas Renner Mentz, Diretor da empresa, o objetivo é agregar ao Clube estilo e classe fora de campo: “O Rio Grande do Sul lembra muito a Europa e o Grêmio tem cara de time europeu. Além disso, estar bem vestido fora de campo aumenta a autoestima dos jogadores”, salientou.

O executivo de Marketing do Grêmio, Beto Carvalho, destacou que a relação do Clube com a marca Spírito Santo já é antiga como conveniada e que o Grêmio sempre procura apoiar empresas gaúchas e que tragam valor: “A Spírito Santo é daqui, com a cultura e a identidade sulista, assim como o Grêmio. Além disso, sempre privilegiamos ações com empresas de qualidade e a Spírito Santo é reconhecidamente uma marca de vanguarda no mercado de roupas”, finalizou.

Surgida há oito anos e referência em termos de alfaiataria, a marca gaúcha fornecerá mais de 60 ternos completos de viagem para o grupo de jogadores e a comissão técnica. Os modelos terão uma logomarca especial alusiva ao Grêmio e serão acompanhados de gravatas azuis, cintos e sapatos sociais.

MODA e FUTEBOL

Foi a marca Dolce e Gabanna que no início dos anos 2000 identificou o mercado da moda ligado ao futebol e investiu na imagem do David Beckham e logo após vestiu a delegação da Itália na copa do mundo, parceria esta que dura até hoje.

Hoje grandes marcas investem no esporte para aproximar-se do consumidor masculino. É como se o futebol desse o aval para o homem se interessar por moda. Hugo Boss veste o Manchester, Phillip Plein veste o Roma, Lanvin veste o Arsenal.

Sem contar contratos de jogadores com marcas de moda como Messi para Dolce e Gabanna, Cristiano Ronaldo e Kaka para Armani.

Foto Lucas Uebel

Foto Lucas Uebel